Igualitarismo – Revolta Contra a Natureza

Autor: Murrray N. Rothbard

Título: “Igualitarismo – Revolta Contra a Natureza”

Nº páginas: 58 | livro de bolso

ISBN: 9781686319150

Preço: 5 €

Agora que em Portugal se discutem as “Quotas” nas mais diversas áreas, a Contra-Corrente lança este livro imprescindível para esse combate, por forma a municiar o leitor dos argumentos necessários para contrapor as “certezas” dos igualitaristas. O autor rebate, com precisão, ética, rigor científico, sequência lógica, exemplos práticos e factos concretos, todos os princípios, argumentos e julgamentos erguidos pelos igualitaristas que, por cegueira ideológica, tentam impor os seus “devaneios sociais” ao resto da população. O autor vai desconstruindo, passo a passo, todos os alicerces e fundações dos utópicos, derrubando por completo a sua torre de marfim.

Murray Newton Rothbard foi um economista heterodoxo norte-americano da Escola Austríaca, historiador e filósofo político que ajudou a definir o conceito moderno de libertarianismo e fundou uma vertente de anarquismo baseada no livre mercado, denominada “anarcocapitalismo”. Figura central no movimento libertário americano do século XX, escreveu mais de vinte livros sobre teoria política, revisionismo histórico, economia e outros assuntos.

Rothbard afirmou que todos os serviços prestados pelo “sistema de monopólio do estado corporativo” poderiam ser fornecidos de forma mais eficiente pelo sector privado e escreveu que o estado é “a organização do roubo sistematizado e em larga escala”. Defendia uma “visão ampla” da economia, que não só recusava dissociar esta disciplina de outras, como fazia uso dela para melhor compreensão das demais, como por exemplo, a biologia e as teorias sociais. Este pequeno livro é um soberbo exemplo dessa prática.

Edição limitada a 80 exemplares e numerada à mão.

Anúncios
Publicado em Edições | 1 Comentário

Plus Ultra #5

Autor: V/A

Título: “Plus Ultra” #5

Nº páginas: 88

ISBN: 9781078492881

Preço: 5 €

O combate cultural desprendido da acção política é estéril, tal como a actividade política sem o combate cultural se revela inócua”, sentenciou Guillaume Faye e não podemos concordar mais com o recém-falecido ideólogo gaulês, a quem dedicamos esta edição. Neste número a revista conhece uma inovação gráfica, simultaneamente mais sóbria e marcial, mantendo, contudo, uma linha editorial sem concessões ao intelectualismo infecundo ou a impulsos carentes da necessária reflexão, mas sempre apostada em apontar pistas, ideias e alternativas, a um público militante, que, desde o primeiro número, apoiou este projecto, único no nosso país, e fez da PLUS ULTRA o veículo privilegiado do pensamento identitário e nacionalista luso. Seguros estamos que esta edição despertará emoções e provocará reacções, mas mal seria se assim não fosse, na medida em que esta publicação se quer irreverente e dissidente, iconoclasta e inconformista, provocadora e inimiga do diletantismo imperante (e inoperante) na área nacional, bem como, declaradamente e militantemente contrária à ordem estabelecida.

LINHA DA FRENTE:
– “Morreu Guillaume Faye! Viva Guillaume Faye!”, João Martins
– “O princípio da autoridade e da organização política”, Ernesto Milá

CRÓNICAS DA COLONIZAÇÃO DA EUROPA:
– “Dez lições de etnopolítica”, Guillaume Faye

ARS ET LABOR:
– “Sergei Eisenstein: o cineasta vermelho”, Rui Amiguinho

– Recensão: “A verdadeira história do Clube Bilderberg”, Alberto Lima
– Recensão: “O Genocídio ocultado – Investigação histórica sobre o tráfico negreiro Árabo-muçulmano”, Rui Amiguinho
– Recensão: “O Governo Bilderberg – Do Estado Novo aos nossos dias”, Alberto Lima
– Recensão: “História Gráfica de la Falange”, Francisco Pereira

EM FOCO:
-“Brenton Tarrant e o Massacre de Christchurch explicado por Guillaume Faye”, Martim Albuquerque

PASSADO PRESENTE:
– “Procuremos lançar a âncora na vida real”, Maurice Bardéche

VIVA VOZ:
Raphael Machado

TRINCHEIRA DO ACTIVISTA:
– “Uma batalha: duas frentes”, Memento Mori

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Com a caneta também se combate!

Autor: Nuno Alves Caetano

Título: “Com a caneta também se combate!”

Nº páginas: 496

ISBN: 9781099786778

Preço: 15 €

Nuno Alves Caetano nasceu em Lisboa, “ressuscitando” no
Funchal quatro meses depois, em consequência de uma bronquiolite que o colocou às portas da morte. Formado em Gestão, é empresário e Advisory Board Member da THINKING HEADS. Foi vencedor de um prémio de poesia, num concurso realizado pelo Liceu Nacional Padre António Vieira, em 1969. É, desde 1985, autor de «Artigos de Opinião» publicados em jornais como “O DIA”, “O DIABO”, “INDEPENDENTE”, “DIÁRIO DE NOTÍCIAS DA MADEIRA”, entre outros.

A presente obra “Com A Caneta Também se Combate!” é uma colectânea dos seus artigos de opinião publicados desde 1985 até meados de 2018, bem como de todos os que por qualquer motivo foram “censurados”.

Tem publicados os seguintes livros:
– “Prisioneiros de Caxias – 28 de Setembro de 1974”
– “Cantares, Dizeres e Fauna Marítima do Porto Santo” (Coligidos por Jorge Brum do Canto)
– “Refugiados de Moçambique”
– “Refugiados de Angola”
– “O Livro de Pantagruel de Garfo e Faca à Volta do Mundo” (co-autor)

Edição limitada a 100 exemplares numerados à mão.

Publicado em Edições | Publicar um comentário

Salazar: Um Homem Superior (ESGOTADO)

Autor: Franz-Paul de Almeida Langhans

Título: “Salazar: Um Homem Superior”

Nº páginas: 57 | livro de bolso

ISBN: 9781096878742

Preço: 5 €

Documento imprescindível para se conhecer o dia-a-dia, a forma de trabalhar e de estar, a reacção às situações mais inesperadas que a diplomacia e a responsabilidade exigem, daquele que governou Portugal durante quase quatro décadas.

“(…) Sobre a personalidade de Salazar tudo vinha a coincidir. Logo saltaram os elementos psicológicos: o máximo realismo na apreciação dos homens e das coisas; máxima objectividade e argúcia; máxima noção das oportunidades. (…)

Esta foi a imagem que me ficou, desde logo, do retrato instantâneo de um pensador e homem de acção ímpar. Mas houve outros retratos. O da vida simples, o da convivência quotidiana, o do trato na vida social, o das reacções normais de um viver qualquer. E é deste viver que irei falar. (…)”

Edição limitada a 80 exemplares e numerada à mão.

Publicado em Edições | Publicar um comentário

O Terramoto 25 de Abril

Autor: Adulcino Silva

Título: “O Terramoto 25 de Abril”

Nº páginas: 136

ISBN: 9781093655339

Preço: 12 €

Este livro é um conjunto de textos destinados sobretudo aos que se interessam por um período da existência dramática de Portugal e que estão habituados a pôr a verdade e a razão acima de deturpações e falsidades.

O autor pretende fornecer elementos necessários à apreciação de quantos os que quiserem acompanhar, mais informados, a tragédia que se abateu sobre o nosso País e quem são os responsáveis e as consequências resultantes de um processo político gizado e cometido à revelia do Povo. Destina-se a avivar a memória dos leitores e a levá-los a reflectir quanto à gravidade de actos indignos cometidos por gente perversa que, com seus propósitos intoleráveis, comprometeu o futuro de Portugal.

Adulcino Silva é natural de Angola e jornalista profissional. Tem o seu nome ligado a prestigiados jornais de Língua portuguesa. Radicado em Portugal, foi redactor, chefe de redacção e director de várias publicações periódicas. Homem de uma só cara, jornalista de rara verticalidade e de espírito combativo, Adulcino Silva é nome que muito honra o jornalismo português.

 

Edição limitada a 100 exemplares e numerada à mão.

Publicado em Edições | Publicar um comentário

Por uma Direita moderna… Muito antiga, que apele ao chamamento Nacional!

Autor: Rodrigo Emílio

Título: “Por uma Direita moderna… Muito antiga, que apele ao chamamento Nacional!”

Nº páginas: 102

ISBN: 9781090391490

Preço: 10 €

“Uma tese polémico-doutrinária”, escrita no inconfundível estilo de Rodrigo Emílio sobre a “sui generis direita a que o autor pertence”, onde constrói a ponte entre o passado e a modernidade.

Não aconselhável a espíritos fracos ou a direitistas demasiado susceptíveis!

“O papel que direita e esquerda têm invariavelmente desempenhado no concerto dinâmico da História, um pouco por todo o lado — e, no estrito âmbito da História indígena, de 1834, sobretudo, a esta parte —, é extremamente simples de resumir e de caracterizar, se nos confinarmos a dizer que a direita faz e que a esquerda, essa, desfaz, para a direita refazer, de novo, e a esquerda voltar a desfazer… e assim sucessivamente… São essas as grandes especialidades de uma e de outra e diferem entre si, consoante se vê, como o dia da noite.”

 

Edição limitada a 120 exemplares e numerada à mão.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Plus Ultra #4 (ESGOTADO)

Autor: V/A

Título: “Plus Ultra” #4

Nº páginas: 92

ISBN: 9781795598705

Preço: 5 €

Eis o conteúdo presente no quarto número da revista:

LINHA DA FRENTE:
– “Biologia e cultura: um combate cultural na perspectiva do conhecimento e da acção política”, Vítor Luís Rodrigues
– “Pelo que nós lutamos”, Leonardo Silvestre

CRÓNICAS DA COLONIZAÇÃO DA EUROPA:
– “Europa: uma “terra a tomar””, Bernard Lugan

ARS ET LABOR:
– “O que é que as nossas crianças (realmente) querem? — Desenhos animados “fascistas”!!”, Rui Amiguinho

– Recensão: “Ditadura ou Revolução?”, Alberto Lima
– Recensão: “O Terceiro Reich em 100 Objetos”, João Vaz
– Recensão: “Virtude e Terror”, João Vaz

EM FOCO:
-“Lo Spirito di Roma: quatro dias com a Casa Pound”, João Martins

PASSADO PRESENTE:
– “A crise de 1383 e a emergência do nacionalismo português”, Luís Fernandes

VIVA VOZ:
Miguel Amaral

TRINCHEIRA DO ACTIVISTA:
– “Propor e construir”, Pierre Chatov

 

 

Publicado em Edições | Publicar um comentário